Projeto RERB
Bases Avançadas de Resgate aero-marítimo e

Transporte Aeromédico
Archangelus Rescue Group

RERB-logo.png
HANGAR RERB 2019 V10.jpg

Imagem ilustrativa

Foi desenvolvido um conceito simples, inspirado em diversas unidades de Guarda Costeiras, centros de pesquisas, universidades, empresas privadas e bases operacionais para pronto emprego ao redor do mundo.

A escolha pelo projetado por agilidade e praticidade na montagem com a segurança e linhas modernas de um design único.

A RERB visa abranger inicialmente a costa de um município do estado do Rio de Janeiro, ampliando para a Costa Verde  e o norte do litoral paulista,  tendo previsão de pronta expansão para todo o litoral brasileiro, através da implantação de outras 09 bases, com o foco primário em serviços de transporte aeromédicos e resgate aeromarítimo.


As RERBs foram projetadas em estreita cooperação com profissionais marítimos, da área médica, aeromédica, socorristas, paramédicos dentre outros profissionais de resgate. O sistema operacional a ser implantado é  simples e completo.
As RERBs desempenharão uma função jamais vista no setor privado brasileiro e a abertura para trabalhar em parceria com os setores públicos, visa aumentar ainda mais as chances de sobrevida em cada operação. O centro de comando e inteligência de cada base conta com um complexo sistema de informações de alto nível provenientes

RERB-logo.png

de drones, helicópteros, barcos e motos aquáticas. Conta de igual forma com modelos de informações meteorológicas e contará com o suporte da ERAA ( Estação de rádio difusão automática de aeródromo do Aeroporto de Angra dos Reis) com previsão de ativação em 29.02 de 2019  pelo  Ministério da Defesa- Comando da aeronáutica, Departamento de Controle do Espaço Aéreo e modelos para prospecçao marítima, alguns em parceria com a LIOc / COPPE/ URFJ.


Com a abertura das RERBs , o Grupo Archangelus tem a intenção de se tornar um serviço auxiliar aeromarítimo-costeiro para as forças armadas , uma vez que necessita cumprir os dispostos na Lei nº. 7.273 de 10/12/84 que regulamenta a busca e salvamento de vida humana em perigo no mar, nos portos e nas vias navegáveis interiores. 


Nesta lei, em seu artigo 2º fica definido que : é competência do Ministério da Marinha "adotar as providências para prover adequados serviços de busca e salvamento de vida humana em perigo no mar, nos portos e nas vias navegáveis interiores", e em seu parágrafo único, que: "O Ministério da Marinha poderá delegar a execução de tais serviços a outros órgãos federais, estaduais, municipais e, por concessão, a particulares, em áreas definidas de jurisdição".

RERB-logo.png

Publicação: Diário Oficial da União - Seção 1 - 11/12/1984, Página 18403 (Publicação Original)Coleção de Leis do Brasil - 1984, Página 172 Vol. 7 (Publicação Original)

 

As equipes RERB contam com membros de saúde altamente treinados e capacitados, constantemente atualizados em suas áreas.

 

Como integrantes das aeronaves, as equipes RERBs são compostas por de pilotos, co pilotos, fiéis, nadadores de resgate (nível avançado)  e mergulhadores de resgate avançado, treinados e capacitados dentro dos mais altos padrões da empresa.

 

Os Centros de Coordenação de Resgate Marítimo (CCRM) de cada unidade, poderão vir a se tornar centros de interoperacionalidade entre as agências de emergências que possibilitarão a coordenação de um evento com uma equipe Archangelus Rescue Group de forma privada ou também como um centro de referência para coordenação conjunta em eventos adversos. As operações ARG seguirão em conformidade com as diretrizes da IAMSAR (International Aeronautical and Maritime Search and Rescue), IMO (International Maritime Organization) além de seguir guidelines da Guarda Costeira Norte Americana e da Guarda Costeira Real Neo Zeolandêsa e práticas reconhecidas de SAR.A proposta de interoperacionalidade trazida pela Archangelus Group, é prática notória e eficaz em diversos outros países ao redor do mundo, através da qual se busca ampliar a capacidade instalada, obter maior eficiência na prestação dos serviços, aumentar a transparência na aplicação dos recursos e melhorar a satisfação dos usuários. O Grupo Archangelus acredita em parcerias para somar. 

AW139_Rescue_Services-6.jpg
AW109 Trekker EMS-Mk217-2.jpg
BROCHURE_AW189SAR-6 Interior 1.jpg
DJI Matrice M210_w__dual_Z30_XT.png

As Bases de Resposta Rápida de Emergências utilizarão as mais modernas tecnologias para auxiliar as atividades de salvamento , otimizando o tempo das equipes .

deadondrone1.jpg
VTR de apoio ARG-P01.jpg

Contaremos com unidades marítimas e terrestres capazes de lançar os drones com agilidade e rapidez

AW139_Helicopter_on_Search_and_Rescue_Ex

Em conjunto com a Ultra Rev, a Archangelus Rescue Group planeja utilizar os AW 139 e AW 189 como aeronaves para transporte aeromédicos e em auxilio ao resgate aéromédico. Considerada uma aeronave estável e confortável , já utilizada em vários países para esta finalidade.

Raph after training.jpg
IMG_4547.JPG

Inspirados na Guarda Costeira Real Neo Zeolandêsa, cada Base de Resposta Rápida de Emergências terá 4 unidades de motos aquáticas para apoio marítimo-costeiro.

DGS_PTC_017 Raptor SAR 888 MK2.png

As Bases de Resposta Rápida de Emergências contarão com 2 embarcações para apoio marítimo-costeiro.